A ousadia e sofisticação dos ambientes monocromáticos

A monocromia vive protagonismo na moda, no design e na decoração. O conceito de uma cor só ganha novos ares, fugindo do tradicional preto, cinza e branco. A nova visão de tons monocromáticos é um aprofundamento do colorir: nos leva a uma experiência imersiva dentro do ambiente.

Os móveis e decoração criam uma ligação com as cores do ambiente, tornando-se parte fundamental do espaço. Neste caso, é combinar, combinar e combinar.

Para o ambiente ser classificado na categoria, o espaço precisa ter várias nuances da mesma cor como destaque na decoração.

Nossa dica para seguir essa tendência, é mesclar a cor da parede com livros, almofadas, ou até uma simples caneta pode acabar virando uma peculiaridade dentro do ambiente.

Em algumas situações, ainda é usado o degrade. Sobre uma cor central, sobre tons e variações são usados na parede, móveis e objetos decorativos, deixando o local muito bem personalizado.

Como a cor será bastante visualizada, a sugestão é escolher uma cor marcante, mas, ao mesmo tempo, neutra. Azul-marinho, cinza escuro, bordô, verde escuro...  Cores muito claras ou neons devem ser evitados, pois causam bastante cansaço visual.

O resultado final será dito pela sua criatividade e gosto. É quase uma grande brincadeira onde as cores se unem e nos colocam dentro de uma nova experiência junto a elas: colorir absolutamente tudo!

Shutterstock

Shutterstock

Shutterstock

Shutterstock